22-09-2017

O Mundo e História da Bateria Musical, segundo bateristas.

O Mundo e a História da Bateria Musical

A configuração atual da bateria com bumbo, chimbal, surdo, tons e pratos só se ordenou desta forma no final do século XIX, embora as primeiras evidências deste instrumento datem 8 mil anos A.C. Foram encontrados, na República Tcheca, pedaços e troncos de árvores cobertos por peles de animais na região de Morávia. Aos poucos este instrumento foi se modernizando e ganhando novos elementos que, em conjunto, compunham as baterias. Vamos dar uma voltinha pelo Mundo e a História da Bateria Musical:

Século XII A.C – Primeiros pratos de bateria

Os primeiros pratos de bateria foram encontrados na Assíria, atual território de Israel. Tinham aproximadamente 20 a 25 centímetros (do tamanho da palma da mão), eram metalizados e emitiam uma sonorização um pouco diferente do que os tambores de madeira. Veja também todo o Guia de Produtos da Orion Cymbals clicando aqui.


Século XIV e XVII D.C – Bateria em desfiles militares e Orquestras

Os batuques fazem parte de desfiles militares. Os materiais ficam mais sofisticados e chamativos, proporcionando um som mais amplo. No século XVII, as orquestras implantam tambores em suas músicas. Veja também nossas séries para desfiles: Opus Bravíssimo, Opus Marching e Opus Concert.

Década de 1890 a 1930 – Surgimento dos Pedais

O baterista começou a tocar vários instrumentos simultaneamente utilizando mãos e pés. Os sons ganharam amplitude e dinamismo, a bateria começava a tomar forma de como é tocada nos dias de hoje. Em 1930 surgiram as primeiras montagens com a cara das baterias atuais, compostas por chimbal, caixa, bumbo e pratos.

Década de 1990 – Baterias eletrônicas

Surgem pequenas esferas de borracha que imitam os sons de acordo com gravações. Cada vez mais elas vêm se aprimorando para transmitir a intensidade e diferentes pontos do prato a serem tocados.

Agora você já tem uma leve passada sobre O Mundo e a História da Bateria Musical.