Walmar Paim e todo a sua energia no Orion Play II

24/07/2014

O som do Walmar Paim é o Bell Marques, ele acha incrível sentir a energia que que o  público transmite, ele se sente  ”no meio da galera”!

Como você se sente quando toca batera? =)

Fizemos uma entrevista com esse batera fantástico sobre o Orion Play II. Dá só uma olhada!

Leticia Carvalho: Qual seu sentimento no dia do evento?
Walmar Paim: Nossa! Foi muito difícil de segurar algumas emoções. A primeira delas foi tocar um tema que tem uma ligação muito forte com o nascimento do meu primeiro filho, João, a música “nasceu” no mesmo momento que ele. Depois o fato de reencontrar os bateras, parceiros e amigos da Orion, foi muito bom.

 

Leticia Carvalho: Você ficou nervoso no dia do evento?
Walmar Paim: Não, não dá para ficar nervoso perto da galera da Orion. Eu estava muito feliz e tranquilo. Me senti muito a vontade ao lado de grandes parceiros. Quando estou na Orion ou em eventos da marca me sinto em casa.

 

Leticia Carvalho: Você se preparou de forma diferente para esse evento?
Walmar Paim: Fui para o evento como um mochileiro, que coloca a mochila nas costas e vai. Estava tão a vontade que não precisei me preparar de maneira especial. Foi a primeira vez que toquei as duas músicas e como viajo bastante não tive muito tempo para estudá-las. A coisa mais especial foi a minha alegria em estar ali tocando.

 

Leticia Carvalho: Você já tinha essas músicas na cabeça para usar no Orion Play?
Walmar Paim: Também não. Quando recebi o convite, ele veio acompanhado de uma certa pressa. Eu estava na estrada a caminho do aeroporto e lembrei de uma música. Liguei para um amigo, compositor da música que estava em minha mente e nós fechamos as duas trilhas. Foi tudo muito natural.

 

Leticia Carvalho: Depois de tantas experiências vividas, por que o Orion Play te emociona?
Walmar Paim: São quase 25 anos de carreira e eu nunca tive uma experiência como o Orion Play. As duas versões do evento foram intensas e me proporcionaram, pela primeira vez, um encontro com outros bateras. Conheci pessoas incríveis, bateras de todos os gêneros que se tornaram meus amigos. Estou falando isso como momentos pessoais da minha vida. Estávamos ali e o que mais importava era sentir e viver aquele momento de troca.

 

 

Leticia Carvalho: Deixe um recado para um batera que esteja começando a carreira.
Walmar Paim: Seja você, mostre seu som. Ele não tem que ser maior ou melhor do que o som de ninguém, tem que ser bom para você. Tem que te fazer feliz.

 

Leticia Carvalho: Deixe seu recado final para a galera! 
Walmar Paim: Já estou com saudades de todos da Orion e com saudades do próximo Orion Play. Muito obrigada à todos. Agradeço à Deus, minha família, meus amigos, a galera da Orion e à todos os meus fãs de todos os tempos.

Gostou? 🙂