28-02-2018

Aulas de bateria: como escolher minha escola?

Aulas de bateria: aprendendo sozinho!

São muitos os casos de músicos que aprenderam a tocar seus instrumentos sozinhos, sem um professor e uma escola. Na década de 70 e 80 isso era mais difícil que atualmente, pois o leque de informações era bastante limitado. Não havia internet e as revistas e fitas em VHS eram as principais ferramentas de aprendizado. Todo o auto aprendizado demandava, além da disciplina e da prática do conhecimento, de um esforço físico para buscar informações. Neste cenário, as escolas e conservatórios mantinham um papel quase que exclusivo na transmissão de conhecimento.

Aulas de bateria: tudo ficou mais fácil!

Nos dias de hoje, para aprender a tocar qualquer instrumento musical (e no caso vamos falar sobre bateria musical) ficou muito mais fácil. As informações chegam de forma exponencial. Há um vasto repertório de aulas em canais de Youtube e mídias sociais. Praticamente todas as músicas são encontradas na rede e, em poucos minutos, você está ouvindo e ensaiando as viradas. Mas então porque frequentar aulas de bateria? Por que ir até uma escola e aprender junto ao professor?

A resposta para isso é muito simples: a bateria é um dos instrumentos mais complexos que existe. São inúmeras as técnicas necessárias para você se tornar um bom batera. É evidente que o professor, estando lado a lado com o aluno, facilitará e agilizará o processo de aprendizado. Em aulas de bateria o professor obtém a primordial função de corrigir e apontar erros no exato momento em que alunos os cometem. Muitas vezes você nem ao menos notou, mas para os olhos do professor não passou despercebido. Este processo é enriquecedor e acelera o aprendizado.

Aulas de bateria: dicas para escolher bem!

Antes de escolher uma escola ou conservatório para frequentar aulas de bateria você precisa saber se a escola tem a sua cara. Dê uma passada na escola, fale com os responsáveis, professores e alunos. Sinta-se confortável e aponte sua necessidade. Verifique se a escola conseguirá lhe atender e entenda e metodologia de ensino.

Procure escolas que tenham pluralidade nos estilos musicais.

Ter um estilo próprio é bem interessante. Porém, é inegável a necessidade de você saber (mesmo que com conhecimento raso) tocar diversos estilos. Um estilo complementa o outro. Você pode adaptar técnicas de um estilo em outro. Isso trará maior dinamismo e diversidade para seu som. Neste caso, a criatividade rola solta e o céu é o limite!

Admire seu professor

Em aulas de bateria o professor é uma pessoa que deve ser admirada. É nele que você deve se espelhar. Isso, com certeza, criará motivação para que você siga em frente. Portanto, opte por escolas que tenham professores admiráveis!

Em nosso blog “Tá Sabendo?” já foram publicadas algumas escolas que fazem uma função muito bacana aqui em São Paulo. Clique aqui e veja as dicas que foram dadas.

Acompanhe esta e mais informações em nossas mídias sociais.
– Clique aqui para ir para o Facebook.
– Clique aqui para ir para o Instagram.