fbpx
mateus-zani-capa

MATEUS ZANI

É baterista profissional a 22 anos, natural de São Sebastião do Paraíso-MG, é também proprietário da maior escola de música do sudoeste mineiro, a escola “Instituto Feeling”, que ficou licenciada pela EM&T(Escola de Música e Tecnologia) por 12 anos. Com a referida escola, Mateus, acompanhado de seu aluno de bateria, Jessé, foram premiados no campeonato Batalha de BATERAS em 2006 e levou o título de 2ª melhor escola de Bateria do Brasil por dois anos consecutivos, participaram no mesmo evento, grandes institutos do Brasil. Além disso, trouxe para sua cidade por meio de sua escola, mais de 15 workshops, dentre eles: Kiko Loureiro, Edu Ardanuy, Alex Reis, Aquiles Priester, Mike Terrana entre outros grandes nomes. (Fotos no facebook da escola. WWW.facebook.com/institutofeeling

Em sua formação, é relevante destacar que foi aluno de Alex Reis (Cirque Du Soliel), GybaFavery e Mike Mangini (Dream Theater).

Mateus ministrou e ainda ministra vários workshops pelo Brasil, trabalhando o tema interdependência na bateria, e divulgando a cultura mineira através dos ritmos.

Na estrada, acompanha a dupla de renome Nacional, João Pedro e Cristiano, já acompanhou o cantor gospel Davy Maia, com quem viajou por todo país em turnê, fez trabalhos com vários artistas, como: Giovani da dupla Gian e Giovani, Munhoz e Mariano (show de rádio em piumhí), Henrique e Diego (show de rádio em piumhí), Thaeme e Thiago (show de rádio em piumhí), Manuella Moraes etc. 

No ramo instrumental, gravou um trabalho com o guitarrista Daniel Piquê, chamado Ampersand, além de ter gravado seu próprio disco instrumental, que contou com participações de grandes nomes da música como, Michel Leme e Eduardo Machado.

MEU PRATO

A escolha do meu set é bem eclética digamos assim, pois como trabalho com vários estilos musicais precisava de um set “coringa”, e praticamente uso as mesmas séries a anos, gosto dos mainstream por sua sutileza e controle, gosto do rev 10 pois pra mim é um prato muito peculiar na sua sonoridade, ele tem um som bem trash que se diferencia do meu set e da um molho legal no conjunto, os X10 são perfeitos, pratos poderosos, com bastante volume e o ride com um ping incrível, enfim do rock ao sertanejo estou bem servido com este set.

MEU SETUP

Control Hat 14 “ – MS 
Crash 18” – X10 
Control Crash 17” – MS 
Impact Ride 21” – X10
Medium Crash 18” Rev. 10

Stack Hi: Prato superior Splash 12” – Rev 10 e inferior splash 08” – BEX

Stack Low: Prato superior Power Crash 14” Solo 10 prato inferior Swish 18” – MS

Fechar Menu