fbpx

Hi Hat 13" Viziuss: Saiba mais sobre essa edição limitada!

Hi Hat 13″ Viziuss: Saiba mais sobre essa edição limitada!

Hi Hat 13″ Viziuss: Saiba mais sobre essa edição limitada!

Hi Hat 13″ Viziuss – Olá tudo bom? Quem vos fala é Valter Filho, sou baterista há 20 anos, técnico de som e proprietário do Max Studios. Hoje vim falar de um prato excepcional. Tenho o prazer de ter esse prato que, para mim, é uma iguaria do mundo dos pratos. Conheço POUCOS que têm a sonoridade e flexibilidade em seu uso parecidos. Esse prato é ÚNICO, ele possui um visual incrível e destaca-se em qualquer kit de pratos, DEFINITIVAMENTE. A Orion capricha e dedica todo o tempo carinho e amor aos seus produtos.
Mas não estou aqui para falar apenas do visual dele. Convido-lhes a conhecer esse maravilhoso Hit Hat que foi relançado em edição ILIMITADA pela Orion Cymbals. Fiz alguns testes e avaliações tocando com ele em shows e, também, em ambiente controlado, em estúdio de gravação.
Minha impressão sobre esse prato é baseada no que vi em um espectrograma de um equalizador nativo do Cubase 9 e em um plugin do Protools, a interface foi uma Audiobox Presonus USB de 2 canais. Usei um cabo SHURE e um SM57 para tentar ser bem fiel aos padrões do mercado. s

Hi Hat 13″ Viziuss e Suas características

Fui bem a fundo no uso específico desse prato e toquei variados estilos de música para sentir a resposta do mesmo tanto ao vivo quando via DAW.
O prato tem uma característica de som bem interessante, variando desde frequências médio-agudas a agudas. Segundo o que me foi mostrado nos plugins, ele demonstra possibilidades de realces de frequências entre aproximadamente 3k e 9k (desconsiderando Harmônicos gerados acima ou baixo disso; considerei apenas o que consegui acentuar de modo significativo).
Uma gama de frequências dessa é algo muito bom falando de um prato que é, para muitos, o coração da bateria (quando falamos de pratos).

Volume e Projeção

O Viziuss de 13 aberto consegue ter bom volume, projeção (o que me surpreendeu por conta do tamanho do prato) e um espectro sonoro de aproximadamente 3k a 9k. Devo salientar que frequências aproximadas a 10k e 12k estão presentes, mas em menor intensidade. O prato soará do de modo diferente quanto tocado com mais ou menos intensidade e vale ressaltar que com o tempo o prato sofre acomodação molecular. Quanto mais você o usa, ele vai se adequando ao seu tipo de pegada e poderá mudar algumas características sonoras, assim como todo metal.
Quando fechado, o som é controlado. Frequências controladas, sem muitos harmônicos em excesso. O espectro reduziu para aproximadamente 6k a 9k. Isso dá ao prato uma grande definição e um grande destaque no meio de inúmeros pratos que podemos ter no kit. Ele brilha MESMO.
Já abrindo o prato e tocando, ele soa bem agudo e com harmônicos mais livre. O range de frequências oscila um pouco dependendo da região ou da intensidade com que o prato é atacado. Achei frequências sobressaindo entre 3k e 10k.

Concluindo

Acredito que ele seja uma jóia rara do nosso mercado que merece ser testado por cada baterista. E, acreditem, esse item está no meu kit versátil de modo definitivo! Acho incrível como um prato de medida “reduzida” possa nos dar tantas possibilidades sonoras.
Recomendo que visitem o Site da Orion Cymbals e a Orion Store. Sempre bom também estar antenado nas mídias sociais como Instagram, Facebook e Youtube.

Fechar Menu